Bubalino, o búfalo voador

Bubalino, o búfalo voador - Dr Sylvia Roesch

Sinopse

A história de “Bubalino, o búfalo voador” foi imaginada por Isabel e narrada por sua avó escritora.
O avião atravessa uma área de turbulência num voo internacional. Neste momento, abre-se a porta de emergência e Isabel e o seu macaco de pelúcia saem disparados para fora. O assento da menina se transforma numa lancha e a lancha pousa no mar. Chegando a uma ilha, eles encontram a Bufolândia. E este é apenas o começo de um livro divertido e encantador.

Aplicação: Crianças a partir de 7  anos de idade.

Impresso pelo sistema Createspace da Amazon.com

ISBN-10: 1533031460
ISBN-13: 978-1533031464

Palavras de Sylvia

Este é o quarto livro da coleção que estou criando para os meus netos. Há tempos, Isabel vem afirmando que voa para todo o lugar nas costas de um búfalo. E que o bicho é manso. Pensei que seria uma boa ideia para o seu livro.

Então, aproveitei uma viagem ao Brasil e, durante vários dias, fui questionando a menina sobre: Como ela conheceu o búfalo? O que aconteceu a partir dali? Como eles se comunicam? Para onde viajam e assim por diante. Queria incentivá-la a pensar numa sequência de cenas próprias de uma história, incluindo o princípio e o final.

De volta a Londres, passei a me concentrar na narração do texto; em encadear as cenas fantásticas num todo lógico e na caracterização dos protagonistas: Isabel, Caco – seu macaco de pelúcia – e o búfalo.

A Isabel da história incorpora algumas falas e gestos usuais da menina na vida real. Caco assume vida no momento em que ele e Isabel saem disparados do avião e entram no mundo da fantasia.

Por meio de pesquisas, fiquei conhecendo os búfalos da Ilha de Marajó, bem como os diferentes tipos de búfalos que se encontram em outros países.

Uma vez que o búfalo imaginado por Isabel é manso, ele só poderia ser um búfalo da água domesticado, da espécie Bubalus bubalis. Então, surgiu o seu nome na história: Bubalino.

Palavras de Isabel

Bubalino, o búfalo voador - Dr Sylvia RoeschDesde que conheci o búfalo, a minha vida ficou mais divertida. Agora ele mora no meu quarto e ocupa a maior parte da cama. Engraçado que, com todo o seu tamanho, acabo de descobrir que ele tem medo de borboletas. Isso porque um dia, ele, sem querer, aspirou uma delas.

O búfalo e eu continuamos viajando enquanto eu durmo. Nossas viagens acontecem tanto de dia como de noite, pois sonho não tem dia nem noite.

Comentários das crianças

“O búfalo saiu gosmento de dentro da cobra porque as cobras comem ovos.”

“Uma vez num piquenique, também vi as formigas se avançando na comida. É que elas gostam de doces.”

“Eu já vi tubarão em aquário e não fiquei com medo!”
Bubalino, o búfalo voador - Dr Sylvia Roesch

Comentários de leitores

“Li, com encanto e prazer, o teu bonito e divertido livro em coautoria. Nele se percebe a fantasia da neta e o rigor da avó escritora. A história tem nexo e tem andamento.” (Escritor)

“As cenas de programação de férias e de passeios refletem vivências constantes em minha família.” (Mãe)

“Há muito tempo não ouvia uma história. Senti-me transportado para outro mundo. Foi como se estivesse ouvindo uma música”. (Deficiente visual)

“Adorei a história. Boa para dar umas risadas!”. (Psicóloga)

Onde comprar

Disponível nos seguintes idiomas: português e inglês.

Bubalino, o búfalo voador no Submarino
Bubalino, o búfalo voador nas Lojas Americanas

Veja páginas do livro